domingo, 11 de janeiro de 2009

Como responder ao chamado de Jesus?

Já me perguntei diversas vezes o que acontece com algúem quando recebe o chamado de Jesus, seja para a vocação sacerdotal, matrimonial, para participar de uma pastoral, fazer um serviço social...etc.


Acho que, na realidade, é algo que não se explica, que não se controla.
Uma vez que Deus coloca aquela vontade em nós, podemos até lutar contra ela, mas no fim vamos segui-la com todo amor e com toda devoção.


Digo isso por que sempre pensei em participar mais na minha paróquia, ser mais ativa socialmente, enfim, cumprir a missão que Deus colocou no meu coração e na minha vida. Sempre surgia algo que me interessava na Igreja, mas parece que logo eu arumava outra coisa para fazer e acabava deixando aquela vontade de lado.
Pensava: Afinal, cada um tem um dom, quem sabe esse não era meu?
Mas sempre me deixava levar pela comodidade, pela falta de interesse, pela velha desculpa da falta de tempo.


Até que, um dia dirigindo, ouvi em um programa de rádio um catequista dando seu testemunho. Ele disse nunca ter pensado em ser catequista, nunca imaginava ter o dom de dar aulas, quanto mais aulas de catecismo, algo tão importante na formação de crianças e adolescentes. Mas disse que o chamado foi mais forte, foi algo contra qual ele não conseguia lutar, e nem queria lutar. E hoje ele sabia que aquilo foi preparado especialmente para ele por Deus.


Fiquei pensando na história daquele homem, e como eu me parecia com ele, sempre achando que não tinha o dom para determinada coisa, e acabava desistindo antes mesmo de começar.
Na hora que eu ouvia um convite, algo que eu gostaria muito de participar, sentia um aperto no coração, uma vontade enorme de ir naquela mesma hora e começar a fazer alguma coisa. Mas, depois chegava em casa, pensava nos horários, no trabalho, nos estudos e acabava decidindo que aquele não era o momento de me envolver com mais uma coisa, acabaria fazendo o serviço incompleto.


Mas será que Deus nos chama para algo para fazermos o serviço incompleto?
Tenho certeza que não. Se Ele nos chama é por que tem a certeza que aquele será o serviço perfeito para nós. Algo feito especialmente para gente, apesar das dificuldades que cada vocação, que cada apostolado, que cada pastoral possa trazer. O que na vida não vem acompanhado de dificuldades para nos ajudar a crescer?
Espero que esse ano todos nós possamos realmente nos abrir e responder a esse chamado. Se Deus te chama é por que Ele tem a certeza que aquele serviço será perfeito para você.
Eu já respondi SIM!

6 comentários:

Mari disse...

Oi linda amiga,

Nem sou merecedora de suas palavras, andei errando tanto.....
Estou com saudades de todos, agora estou com pouco tempo,mas todo final de semana, venho visitar os meus amigos queridos!
Beijos

Paulinho disse...

Belissimo comentario no meu blog, merecedor de um post!=D. Mariana olhando seu post, vivi uma experiencia q Deus me chamou atraves de Frei Josue, a caminhada novamente, to começando devagarzinho, mas se Deus quiser vai engrenar.
bju fica com Deus e td de bom p vc!!

Renata Cavanha (Bambu Amado) disse...

Q linda a sua partilha Mari...
Pois é querida...é assim mesmo, quando o Senhor nos chama, é pq quer algo de nós e nos capacita para isso, lembra em Jeremias 1?"Ah! Senhor JAVÉ, eu nem sei falar, pois que sou apenas uma criança" Jeremias1,6
Pois é, no inicio tds nós pensamos assim...Isaías tmb disse ao Senhor...Eis que sou um pobre vermezinho!!! rsrsrs
imagine o que dizemos ao Senhor!!!
Temos é que ficar atentos,seguir a vontade de Deus, o inimigo de Deus, não quer que façamos a vontade de Deus...
Eu de inicio , desde peqna sempre participei na igreja, ate q comecei a ser catequista, depois catequista de crisma, depois ministerio de musica, e o padre me chama a ser ministra da eucaristia... bom mas com tantas coisas, resolvi ficar ativa em um ministerio e fazer bem, fiquei no ministerio da eucaristia...
Mas o Senhor tmb me chamava a viver em comunidade, caminhei com a Cançao nova, com a Luz das Naçoes, mas não era isso, até conheci a comunidade Beatitudes, a qual estou a dois anos, como é bom descobrir o seu chamado!!
Uma coisa te dio, temos que dar passos, não ficarmos atadas ao medo, se o Senhor te chama, converse com Ele..."Senhor o que queres de mim?"vc verá ele te dirá...

bjinho querida

Renata Cavanha (Bambu Amado) disse...

é verdade amada, vale a pena ser de Deus...e evangelizar...pense, vc mantendo este blog tmb está fazendo algo que o Senhor incumbiu a vc...pessoas podem ser salvas por causa de suas postagens, ja pensou nisso? Por isso, ouse em falar de Deus, sirva a Deus em palavras e em obras...a paz

Maria João disse...

Ele dá as ferramentas para trabalharmos...

Já Moisés tinha medo, porque não sabia falar...

Mas, de facto, quando o chamamento acontece, pode vir muitas avalanches, muitas dúvidas, mas há-de cumprir-se.

Ele é que sabe... :)

Mas,cuidado com a preguiça... Ela aparece sempre. Ninguém se livra dela num chamamento, mas, independentemente disso, não podemos enterrar os talentos ...

beijos

Mari disse...

Passando para desejar a você o bem mais precioso: paz espiritual!!!!!
Toda a paz em sua vida, beijos para vc!